segunda-feira, 1 de junho de 2009

Mulher PODE!


Tenho amigas que batem no peito e dizem: “eu adoraria ter nascido homem”.
O quê? Como assim?
Deus me livre e guarde! Eu adoro ser fêmea, ser mulher, ser mapô. Porque mulher é um bicho que pode!
Mulher pode usar vestido, calça comprida, bermuda, pantalona, corpete, bustiê, tubinho, bota, turbante, brinco, fivela. Pode usar paetê, lamê, miçanga. Pode ser perua, romântica, executiva, fashion. Tem pra todo gosto!
Agora, imaginem se, do dia pra noite, eu virasse homem e me proibissem de usar minhas pulseiras, argolas e colares. Sim! Porque os homens estão redondamente enganados se pensam que usamos isso para encantá-los. Tolos! Usamos para nós mesmas. Eu adoro ser do mesmo gênero da Carmem Miranda.
Pois nós, as mulheres, podemos “até” ser feinhas. É pra isso que existe maquiagem. A gente pode usar blush, sombra, lente azul, cílio postiço. Pode pintar cabelo, usar aplique, travessa e até flor na cabeça. Pode ser loira de manhã e morena de noite. E homem... Pode?
Se mulher não tiver pescoço... Abusa no decote! Se for magra, usa tudo que for justo, brilhante e claro. Se for gorda: cores escuras! Muito peito: gola V. Pouco peito: sutiã de arame. Muito quadril... Ah! Usa um vestido tipo trapézio.
Mulher pode crescer com sapato alto, pode fazer charme com cabelo. Mas e os homens? Coitados, não podem nada!
Mulher pode ser delicada ou rigorosa. Pode ser romântica e receber rosas. Pode ser mais ousada e mandá-las. Pode não saber dirigir, pode inclusive exigir que abram a porta do carro e puxem a cadeira para sentar à mesa. Metidas, não? Pode ser presidente, desembargadora, física, consultora de uma multinacional e pode, se assim o desejar, ficar em casa e ser Amélia. Afinal quem disse que é proibido?
Homem tem muito mais regras para seguir. É muito mais cobrado. Não pode faltar trabalho por causa de cólicas terríveis, não pode justificar os dois quilinhos por causa da retenção de liquido. Não pode dizer para todo mundo que não é estresse: na verdade, é TPM.
Homem não muda, não pode, não tem clímax. Não tem transformação. Quantos filmes você já viu com homens feios que ficam bonitos? Um ou dois? Mas achar um filme onde uma mulher bonitinha fica divina, eu cito uns três milhões. Eles não podem surtar, não podem dançar sem se preocupar com o fato dos outros o chamarem de viado. Eu acho que se homem não tivesse tanto medo de parecerem viados, eles até poderiam ser divertidos.
Mulher não envelhece nunca, já dizia sabiamente minha mãe. Que, por sinal, é novíssima! Nem pintar cabelo os homens podem. Se eles têm mais de quarenta anos e pintam as madeixas: ou são boiolas, ou são sósias do Silvio Santos.
É bom demais ser mulher e poder escolher, a cada dia, que mulher a gente quer ser. É bom pra fazer homem de besta. Porque isso a gente também pode fazer... E, cá entre nós, é o que fazemos melhor.




Saulo Sisnando
escrevendo como “Maria Eduarda

4 comentários: